Luna a criadora do mindim

CARTILHA

CARTILHA
solicite, também em Livros de Luna Di Primo clic na imagem

Pensador

Pesquisar este blog

acompanhe por email

GRATIDÃO A TODOS QUE PARTICIPAM DA MINHA VIDA

Aqui, duas vidas se misturam e se separam ao mesmo tempo: nasci uma pessoa, apenas, e assim segui até que a escritora poetisa apareceu e se assumiu, sentou e assentou-se, tomou o seu lugar. Daí para hoje tantas águas nos banharam. Águas frescas, quentes, mornas ou pelando corpo e alma; águas frias, gélidas a nos levar à hipotermia. E assim caminhamos por estradas tantas e de tantos pisos como terra batida, terra fofa, cascalhos, pedras, piche, lama e tantos outros trechos. Quero deixar aqui minha sempre gratidão a todos que participam dessa história com visitas de tantos países, de tantos lugares, aos meus blogues. Obrigada pelas estimadas presenças. Prosperidade, amor, paz e alegria a todos, é meu desejo!

BUNDA SUJA






TAMBÉM REPROVO OS BUNDAS SUJAS

Verdade dita aqui, muito bem dita,
Na qual aqui também eu felicito,
E em cuja taça eu bebo o esquisito
Sabor inigualável da desdita!

Vê-se que é suja a bunda do maldito,
Que sem olhar pro lado não medita,
Apóia-se no erro e extradita,
Sem comprovar o todo que foi dito!

Das mentes mentirosas e imundas
Vem a sujeira dessas muitas bundas,
Trazida pela inveja que é uma merda!

Mas “torna-se à soleira”, diz o poema,
Quem traz a inveja em si, como um emblema,
Soberba e crueldade de quem herda!

Ineifran Varão


7 comentários:

  1. TAMBÉM REPROVO OS BUNDAS SUJAS

    Verdade dita aqui, muito bem dita,
    Na qual aqui também eu felicito,
    E em cuja taça eu bebo o esquisito
    Sabor inigualável da desdita!

    Vê-se que é suja a bunda do maldito,
    Que sem olhar pro lado não medita,
    Apóia-se no erro e extradita,
    Sem comprovar o todo que foi dito!

    Das mentes mentirosas e imundas
    Vem a sujeira dessas muitas bundas,
    Trazida pela inveja que é uma merda!

    Mas “torna-se à soleira”, diz o poema,
    Quem traz a inveja em si, como um emblema,
    Soberba e crueldade de quem herda!

    ResponderExcluir
  2. Uau! Entre tantas bundas - sujas ou não - uma poesia que desbunda!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Luna. A taça vagabunda -e encontrada na nossa casa supostamente, uma vez que as pessoas não assumem o que são de ruim, todos os seus preconceitos e arrogância.
    É mais fácil e cômodo acusar o próximo e viver no seu idiota comodismo e pseudo realidade.
    Um beijo na alma, e fique na paz!
    Obrigada por ter participado da festa do meu blog, que estende-se no blog do poeta Caio Vinicius, que fez duas homenagens para mim.
    Vale a pena conferir as duas postagem, a em evidência, e a anterior, bem como o seu blog, que é todo talentoso.
    Obrigada, e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  4. OBS: já havia esquecido de colocar o endereço do poeta.
    Abaixo segue:

    http://caiovinicius160.blogspot.com

    Passe lá se puder!
    Beijos e obrigada.

    ResponderExcluir
  5. o poemas acima se tornaram uma homenagem ao poeta Ferreira Gullar pelo seu POEMA SUJO... aconteceu a partir de um comentário no facebook. quem quiser participar com um poema aos BUNDA SUJA pode e tambem quem preferir um poema simples poooode é so ir nesse endereço e deixar o poema em comentários: http://lunasscafepoetico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Luninha eu dei muita risada, eu sei o assunto é sério, é o tal apontar o defeito dos outros e não enxergar o nosso, pra mim se cada um cuidasse de si mesmo sem se incomodar com os erros alheios, tentando compreender que o ser humano é passível de falhas e ao invés de apontar, criticar, tenta-se ajudar pelo menos com o seu silêncio, o mundo seria bem melhor, bem mais fácil de viver, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  7. Poemas sábios e verdadeiros!
    O mundo está cheio dessas esquisitices de seres que acham gente...
    Aplausos a ambos!!!

    Luna, fica com meu carinho viu?
    Beijos floridos

    ResponderExcluir

ACADÊMICA

ACADÊMICA

ACADEMIA

ACADEMIA

Prêmio

Prêmio

Prêmio

Prêmio

PREMIO

PREMIO

Graça

Graça

super

super

premio

premio

opb

opb

clique na imagem para ver

Agua límpida @ Fonte abençoada @ Luz e Paz eu bebo


POSSO NÃO SER GRANDE MAS ESTOU ENTRE ELES

POSSO NÃO SER GRANDE MAS ESTOU ENTRE ELES.