Luna a criadora do mindim

CARTILHA

CARTILHA
solicite, também em Livros de Luna Di Primo clic na imagem

Luna Di Primo Criadora do MINDIMg+

Pensador

Pesquisar este blog

acompanhe por email

Quem sou eu

Minha foto

Escritora e Poetisa amante da natureza

Eu escrevo...

Eu escrevo porque escrevo, mas, não escrevo por escrever.
Não escrevo, meramente, para dar minha opinião ou para ser, simplesmente, lida. Leitores, com o tempo se vão e outros chegam. Escrever sobre o que pensa é o que a maioria faz, não vejo mérito nisso, uma vez que pessoas comuns, pessoas do cotidiano, não formam opinião simplesmente por escrever o que pensam, pois são pensamentos comuns como são elas e quem as lê. Coisa corriqueira não forma opinião, não modifica e nem transforma. Um pouco mais alto na escala, estão os repetidores dos consagrados. 
O que se vê ou percebe é que tudo já foi escrito. Tudo já foi dito e nunca mudou. Não aconteceu nenhuma renovação, a não ser a referência em literatura técnica devido aos avanços científicos. E tudo que se vê escrevendo, hoje, é apenas a repetição - em forma modificada ou atualizada do linguajar - daquilo que já foi dito e escrito lá no princípio desse mundo de pessoas e quando tudo ou quase tudo foi grafado no surgimento da fala impressa. O que se vê é que, não tendo mais o que fazer ou dizer, o homem vem, há bom tempo estratificando a cria alheia de forma a poder dizer algo. Lavoisier, Antoine - sabiamente - atravessa os tempos com sua fala que se encaixou em todos os setores da vida universal de todos os tempos. “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. E daí se aproveita o que der, se der, pois cada vez pior. 



Arquivo do blog

Agua límpida @ Fonte abençoada @ Luz e Paz eu bebo


clique na imagem para ver

POSSO NÃO SER GRANDE MAS ESTOU ENTRE ELES

POSSO NÃO SER GRANDE MAS ESTOU ENTRE ELES.